Geografia Física e os problemas socioambientais na América Latina.

Código: PPGG-7101
Curso: Mestrado em Geografia
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Geografia Física: uma ciência humana? Problemas metodológicos de uma união instável. América Latina: uma ilha de sintropia. Apropriação e impactos dos processos de exploração dos recursos minerais na América Latina. Geografia Física Crítica: Uma nova visão sobre a natureza. Geografia Física da América Latina e seus aspectos humanos. Geografia Física da América Latina e os Riscos e vulnerabilidades do espaço latino americano, frente aos eventos episódicos extremos na América Latina (terremotos, Poluição do ar e doenças respiratórias, inundações, tornados, ondas de frio e calor, dentre outros). Urbanização e desastres naturais na América Latina. Topoclimatologia cultural: resgatando os saberes dos povos tradicionais.
Bibliografia: AB’SÁBER, A. N. Os domínios de natureza no Brasil: potencialidades
paisagísticas. 3. ed. Ateliê Editorial, 2003.

BERTRAND, G. P. Paisagem e Geografia Física Global: esboço metodológico. Tradução de Olga Cruz. R. RA´E GA, Curitiba, n. 3. 2003. p. 141-152

BOCCO, G.; URQUIJO, P. S.; VIEYRA, A. Geografía y Ambiente en América Latina. Centro de Investigaciones en Geografía Amnbiental (CIGA) Campus Morelia de la UNAM. Cuidad de Mexico, 2011, 355p.

CHRISTOFOLETTI, A. Modelagem de Sistemas Ambientais. São Paulo. Edgard Blücher,1999.

DUTRA, B. A.; ROMERO, H. Relações entre as variabilidades de baixa frequencia (El Niño Oscilação Sul, Oscilação Decadal do Pacífico e Oscilação Antártica) con as precipitacoes sobre as cidades de Itajaí (Santa Catarina) e Copiapó (Atacama, Chile). Revista Cadernos de Geografía, Bogotá, n. 36, P. 103-120, 2017.

FIGUERÓ, A. S. FOLHETO, E. (Orgs.). Diálogos em Geografia Física. Santa Maria: EdUFSM, 2011. 208p.

GREBE, M. E. Concepción del tiempo en la cultura Aymara: representaciones icónicas, cognición y simbolismo.” Revista Chilena de Antropología, Santiago, n. 9, p.63-81, 1990.

GREGORY, K.J. A natureza da Geografia Física. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1992.

GUERRA, A. J. T. Reflexões sobre a Geografia Física no Brasil. RJ: Bertrand Brasil, 2004, p.111-128.

MENDONÇA, F. A.;. KOZEL, S.(orgs.). Elementos de Epistemologia da Geografia Contemporânea. Curitiba, UFPR, 2009.

NEVES, C. E.; MACHADO, G.; HIRATA, C. A.; STIPP, N. A. F. A importância dos geossistemas na pesquisa geográfica: uma análise a partir da correlação com o ecossistema. Sociedade & Natureza. v. 26, n. 2, p. 271-285, 2014.

NUNES, L. H. Urbanização e desastres naturais, abrangência América do Sul. São Paulo: Oficina de Textos, 2015.

LAVE, R.; BIERMANN, C. LANE, S. N. The Palgrave Handbook of Critical Physical Geography. Palgrave Macmillan, Switzerland, 594p.

LAVE, R. The Future of Environmental Expertise. Annals of the Association of American Geographers, New York, v. 105, n. 22, p. 244-252, 2015.

OLIVEIRA, R. R. (Org.) As marcas do homem na floresta: História ambiental de um trecho da mata atlântica. Rio de Janeiro: Puc-Rio, 2010, 230p.

REBELO, F. Geografia Física e Riscos Naturais. Coimbra, Imprensa da Universidade, 1991.

RUA, J.(Org.). Paisagem, Espaço e sustentabilidades: Uma perspectiva multidimensional da Geografia. Rio de Janeiro: Editora Puc-Rio, 2007, 330p.

SALGADO, A. A. R.; SANTOS, L. J. C. PAISANI, J. C. (Orgs.) The Physical Geography of Brazil: Environment, Vegetation and Landscape. New York. Springer, 2019, 227p.

WULF, A. A invenção da Natureza: A vida e as descobertas de Alexander von Humbolt. Traduzido por Renato Marques. São Paulo: Planeta/Crítica, 2016

VEBLEN, T. T.; YOUNG, K. R.; ORME, A. R. (Orgs.). The Physical Geography of South America. Oxford: Oxford University press. 2007, 382p.

VEYRET, Y. et al. Os Riscos: o Homem Como Agressor e Vítima do Meio Ambiente, Contexto, São Paulo. 2007.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910