PROCESSOS MORFODINÂMICOS E APPS NA SEDE DO MUNICÍPIO DE BARRA DE SÃO FRANCISCO: UMA CONTRIBUIÇÃO AO PLANEJAMENTO URBANO E AMBIENTAL.

Nome: Fabrício Costa Silva
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 23/08/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Eneida Maria Souza Mendonça Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Antonio Celso de Oliveira Goulart Examinador Interno
Eneida Maria Souza Mendonça Orientador

Resumo: Este estudo tem como objetivo principal identificar, analisar e propor diretrizes para o planejamento do uso do solo e do crescimento urbano da Sede e adjacências do município de Barra de São Francisco, localizado na região noroeste do estado do Espírito Santo (ES). A metodologia a ser adotada baseou-se em análises de gabinete e análises de campo. Integram as análises de gabinete: i) Revisão Bibliográfica, onde através da fundamentação teórica e conceitual foram abordados os principais conceitos relacionados às temáticas dos movimentos de massa, inundações, planejamento do uso e cobertura do solo e expansão urbana e levantamento de notícias e registros de processos morfodinâmicos como movimentos de massa e inundações em sites de notícias e, por meio de levantamento de dados cartográficos e estatísticos: caracterização geográfica da área de estudos, apresentando informações sobre os aspectos da localização, história, população, clima; geologia, hidrografia, pedologia e geomorfologia; ii) Elaboração de 4 (quatro) mapeamentos essenciais para as análises e proposições realizadas: Mapa das Áreas de Preservação Permanente, Mapa de Suscetibilidade a Inundações, Mapa de Suscetibilidade a Movimentos de Massa e Mapa de Uso e Cobertura do Solo. Para as análises de campo, foram aplicadas entrevistas que tiveram como objetivo levantar dados e informações sobre processos de movimentos de massa e inundações com moradores de Barra de São Francisco que vivenciaram de forma direta ou indireta eventos como movimentos de massa e inundações. As análises realizadas apontaram para uma forte presença de Áreas de Preservação Permanente (APPs) na área estudada, que está inserida no perímetro urbano. Notou-se que uma parte significativa das áreas com altas e muito altas suscetibilidades a movimentos de massa e inundações encontram-se sobrepostas às APPs, o que torna essas áreas extremamente sensíveis à ocupação, uma vez que são protegidas do ponto de vista legal e contraindicadas para o uso e ocupação, em função do perigo natural ou vulnerabilidade social que apresentam. Apesar destas observações, compreendeu-se que a expansão urbana da cidade pode ser estimulada, de forma planejada, para ocorrer nas áreas com baixas e muito baixas suscetibilidades a movimentos de massa e inundações, e controlada nas áreas com médias suscetibilidades a inundações e movimentos de massa, demonstrando a contribuição do método desenvolvido nesta dissertação para o planejamento da expansão urbana da cidade de Barra de São Francisco.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910