CONTROLE ESTRUTURAL NO MACIÇO MESTRE ÁLVARO (SERRA, ESPÍRITO SANTO, SUDESTE DO BRASIL)

Nome: Gustavo Henrique Teixeira da Silva
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 18/10/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Luiza Leonardi Bricalli Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
CLÁUDIO LIMEIRA MELLO Examinador Externo
Eberval Marchioro Examinador Interno
Luiza Leonardi Bricalli Orientador

Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo principal demonstrar a influência estrutural no relevo do Maciço Mestre Álvaro, que configura-se como uma das mais destacadas feições geológicas do estado do Espírito Santo, em virtude principalmente do contraste de altitude que apresenta com relação ao seu entorno. A origem das rochas que compõem o maciço está diretamente ligada aos eventos relacionados ao Orógeno Araçuaí, com destaque para sua fase final, onde numerosas intrusões graníticas pós-tectônicas foram geradas. Deve-se indicar também a presença do Feixe de Lineamentos Colatina, uma das mais importantes feições estruturais do estado, formada por lineamentos com orientações variando entre as direções NNW-SSE e NW-SE. A base metodológica utilizada para o desenvolvimento desta dissertação deu-se a partir de atividades de gabinete e campo. Em gabinete foram gerados diversos mapas, com destaque para a extração de lineamentos a partir de Modelos Digitais de Elevação (MDEs), ortofotos digitais e mapa aeromagnetométrico, com elaboração de rosetas de orientação. Em campo, foram realizadas análises geológicas: medidas estruturais de falhas, fraturas e orientação mineralógica, além da identificação das rochas constituintes do maciço, bem como verificação de suas características mineralógicas, texturais e estruturais; e geomorfológicas: identificação das principais feições de relevo. As análises das rosetas geradas com os lineamentos extraídos a partir das diferentes fontes mencionadas indicam que há uma clara predominância de feições com orientações variando entre NNW-SSE e NW-SE, com participação secundária de lineamentos com orientação NE-SW. Nos trabalhos de campo foram realizadas medidas de orientação de cristais porfiríticos de feldspato, presentes em diversos pontos do maciço. Observou-se que a maior parte destas medições indica orientação NNW-SSE a NW-SE, correspondentes à observação realizada para os lineamentos. Foram constatadas ainda fraturas e veios falhados, cujas orientações também correspondem às indicadas para os lineamentos e cristais orientados. Estas orientações encontram consonância com os estudos neotectônicos desenvolvidos por Bricalli (2011), que apresenta feições com evidências de esforço compressivo NNW-SSE, com consequente componente distensivo na direção ENE-SSW, em ponto localizado dentro do chamado Compartimento Colatina, onde localiza-se também a área de estudo. Desta forma, os resultados indicam que o Feixe de Lineamentos Colatina é a estrutura geológica mais importante no condicionamento do relevo do Maciço Mestre Álvaro, influenciando a orientação de grande parte dos vales e cristas que o compõem, bem como na orientação da intrusão do próprio maciço granítico.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910